Seguro-viagem adequado às tuas necessidades!

Ao planejar uma viagem internacional, precisamos pensar e preocupar-nos com muitos detalhes: a necessidade de visto, cuidados de saúde, condições de segurança do país, meios de transporte e outras questões às quais estaremos expostos durante a viagem, como clima, moeda e idioma. Isso sem falar na necessidade de organizar-nos e guardar dinheiro para reservar passagens, acomodação e cobrir todas as despesas da viagem. E, quando falamos em dinheiro, nós sempre procuramos um jeitinho de economizar, não é? Então, hoje vou contar para vocês que poderão economizar dinheiro, tempo e dor de cabeça ao contratar um seguro-viagem com a IATI Seguros!

A IATI é uma seguradora espanhola e oferece diversos tipos de seguros, para melhor atender às necessidades da tua viagem! Ou seja, tu consegues comparar as diferentes coberturas e verificar qual será a mais apropriada para ti. Entre as opções, estão:

  • IATI Básico: ideal para escapadelas, com coberturas básicas por um preço acessível (cobertura de €50.000 de despesas médicas no exterior, repatriação, auxílio no extravio, roubo, dano ou atraso de bagagem, e muito mais);
  • IATI Standard: para qualquer tipo de viagens (cruzeiro e cancelamento opcional), com cobertura de até €200.000 de despesas médicas, repatriação, maior valor de auxílio no extravio, roubo, dano ou atraso de bagagem, atraso na partida, adiantamento de fundos no caso de emergências, etc;
  • IATI Mochileiro: feito para mochileiros e aventureiros, com cobertura de até € 250.000 de despesas médicas, com salvamento e desportos de aventura incluídos e cancelamento opcional;
  • IATI Estrela / Premium: é o seguro mais completo da IATI, com os limites mais elevados! Garante até €350.000 de despesas médicas, com a opção de aventura/esqui, cruzeiro e cancelamento, maior cobertura em caso de atraso ou perda de transportes ou bagagem, acidentes, adiantamento de fundos no caso de emergências, repatriação e muito mais;
  • IATI Anual Multiviagens: para quem, assim como eu, ama viajar e faz múltiplas viagens ao longo do ano, ou de longa duração, esta é a melhor opção! Este seguro garante uma cobertura de até €200.000 em despesas médicas, inclusive no caso de desportos de aventura, auxílio financeiro no caso de atraso ou perda de transportes ou bagagem, acidentes, adiantamento de fundos no caso de emergências, repatriação e mais.

Para completar, o atendimento é feito em português, não há franquias ou a necessidade de adiantamento de despesas. Ou seja, se acontecer um imprevisto e precisares de atendimento médico, tu não terás o inconveniente de pagar as despesas e solicitar reembolso depois: a IATI resolve tudo diretamente.

Sabes aquela história que “o barato pode sair caro”? Pois é, deixar de contratar um seguro-viagem pode gerar uma despesa muuuuito superior à do custo do serviço. Ah, e para ajudar a diminuir o preço do teu seguro, a  IATI Seguros oferece um desconto especial de 5% para os leitores do blog Amanda Sem Fronteiras. Gostas de descontinhos? Então aproveita e contrata o teu seguro-viagem IATI aqui e tenha uma ótima viagem!

** Este post contém links para sites afiliados. Ao comprar serviços oferecidos por estes sites, você não estará pagando nenhuma taxa a mais, muitas vezes estará ganhando descontinhos e ainda estará ajudando o projeto Amanda Sem Fronteiras a trazer mais e mais dicas para você! Este site parceiro não manipula a minha opinião. Recomendo apenas o que uso e confio, para ajudar no planejamento da tua viagem! **

Vais viajar e já queres deixar tudo organizado antes? Começa a planejar a tua viagem por aqui!

Banner- afiliados

Enoturismo no Vale do Douro

Para quem visita o Porto e quer aproveitar uma dia explorando as incríveis paisagens do Vale do Douro, deixo aqui a minha recomendação do serviço da Lab Portugal Tours! 🤩

Partimos rumo ao belo Vale do Rio Douro pela manhã e retornamos ao Porto ao fim do dia, tempo suficiente para conhecer o vale, fazer passeio de barco pelo rio, visitar vilarejos e uma vinícola, além de ver paisagens apaixonantes. Para todos os lados, vimos plantações e mais plantações de uvas, para a produção do Vinho do Porto. As parreiras enfileiradas em “terraços” nas encostas das colinas, à beira do rio, formam uma paisagem lindíssima. O Alto Douro Vinhateiro consta na lista da UNESCO como Patrimônio da Humanidade, o que ajuda na conservação da paisagem, já que a construção de novos terraços ou hotéis, por exemplo, é controlada.

O Miguel, nosso guia particular, foi super atencioso e iniciou o tour contando a história do Vinho do Porto e do Alto Douro, bem como contos sobre personagens como a Dona Antonia e o Barão de Forrester e lendas da região.

Nossa primeira parada foi na pitoresca e charmosa vila de Provesende.

Em seguida, dirigimos pelo vale, em uma estrada fora da rota comum em passeios turísticos na região e apreciamos vistas incríveis! Esta é, sem dúvidas, uma das grandes vantagens do tour privado, já que o roteiro foi personalizado aos nossos interesses e preferências.

Em Pinhão, conhecemos a estação de trem (= comboio), decorada com lindos azulejos com imagens relacionadas à região. 

Lá, também almoçamos em um delicioso restaurante de comida típica portuguesa e fizemos um passeio de barco pelo Rio Douro, com direito à degustação de uma taça de vinho do tipo Tawny.

Visitamos também a Quinta do Panascal, onde o Vinho do Porto de marca Fonseca é produzido. Conhecemos as instalações e aprendemos sobre o processo produtivo, além de degustarmos três tipos de vinho do Porto e apreciarmos a bela paisagem. 

O Vinho do Porto apresenta características únicas, devido ao seu processo produtivo distinto de outros vinhos tradicionais. Este vinho é mais adocicado e encorpado que outros e seu teor alcoólico é elevado. Isto ocorre porque a fermentação é interrompida poucos dias após o início do processo, fazendo com que o açúcar da fruta seja mantido, ao invés de ser transformado em álcool. Assim, não é adicionado açúcar extra ao vinho, mas sim aguardente vínica, até atingir-se um teor alcoólico de aproximadamente 20%. Que tal?

Há quatro qualidades do vinho do Porto: Ruby, Tawny, Rosé e Branco. O Ruby e o Tawny diferenciam-se pelo modo de envelhecimento. O primeiro envelhece em balseiros, uma espécie de pipa gigante, assim o vinho tem menos contato com a madeira e com o oxigênio, mantendo o aroma frutado e a sua cor escura e, por isso, é chamado de Ruby. Já o Tawny, é armazenado e envelhecido por mais tempo em pipas menores, portanto, o contato com a madeira e com o oxigênio é muito mais intenso, o que acaba por clarear o vinho e dar-lhe um aroma amadeirado, lembrando frutos secos. Dentro de cada um destes tipos há, ainda, subcategorias de diferentes qualidades.

Uma curiosidade é que, apesar de ser conhecido como Vinho do Porto, na verdade nenhuma etapa da mágica da produção acontece na cidade do Porto! As vinhas e vinícolas, onde ocorre o início do processo, estão localizadas no Vale do Douro. Já as caves, onde os vinhos são armazenados e amadurecidos, situam-se em Vila Nova de Gaia: cidade que divide as margens do Douro com a cidade do Porto! Como Porto é também o nome do distrito (equivalente ao “estado”, no Brasil) e Gaia não era muito conhecida, decidiu-se comercializar o vinho com este nome. Portanto, foi estritamente uma estratégia de marketing, e não por ligação direta com a cidade do Porto!

Em Vila Nova de Gaia, às margens do Douro, situam-se diversas caves, de diferentes empresas. Assim, é possível também participar de uma visita guiada em uma delas, para completar a sua experiência de enoturismo e degustar diferentes qualidades do Vinho do Porto. O custo desta visita varia de acordo com a cave e com a opção escolhida.

Antigamente, as pipas de vinho viajavam pelo Rio Douro desde o Alto Douro até Gaia por barcos rabelos, levando cerca de 4 dias para descer e 1 mês e meio para retornar às quintas. Anos mais tarde, o transporte passou a ser feito por ferrovias, e as principais quintas dispunham de uma estação própria, muitas delas agora inativas. Atualmente, o transporte é feito exclusivamente por caminhões-pipa, e os barcos rabelos são mantidos às margens do Douro, em Gaia e no Porto, para promover passeios turísticos. O custo do passeio varia, pois pode ser comprado individualmente, em um pacote com a visita em uma das caves ou com passeio em ônibus turístico, clique aqui e veja as opções disponíveis.

Encerramos o passeio com uma vista incrível do alto do miradouro de São Leonardo da Galafura. Uma verdadeira obra de arte da natureza!

Quero registrar aqui o meu super agradecimento ao Miguel, nosso guia particular da Lab Portugal Tours, que foi muito atencioso e nos mostrou lugares deslumbrantes! A proposta de fugir um pouco da rota comum e fazer um passeio mais personalizado tornou o dia no Douro ainda mais especial! 

** Este artigo foi escrito a partir de um passeio a convite da Lab Portugal Tours.  Este site parceiro não manipula a minha opinião sobre a experiência que relatei neste post ou sobre o serviço oferecido. Recomendo apenas o que uso e confio, para ajudar no planejamento e organização da sua viagem! **

Banner- afiliados